Posts tagged ‘design’

10/05/2011

Painel para Paulo Antunes

por Analogic Love

Este é um novo trabalho em andamento para o Paulo Antunes, um painel que ele adquiriu para seu loft. Ele já está pintado, agora falta somente montá-lo em seu respectivo espaço. Veja a seguir o making of:

Assim como as mesas, o desenho dele traz um traço inspirado em art-deco. Foi pintado no ateliê do Analogic Love, durante seis dias. Mas não é à toa que levou tanto tempo e trabalho, já que ele tem cinco metros de pé direito.

Uma das coisas mais legais nele é que ficará suspenso do chão na parede. Não estará colado na parede ou preso no chão. O resultado nós divulgamos aqui mesmo, logo mais.

Anúncios
25/04/2011

Skates Analogic Love

por Analogic Love

Ficaram prontos e agora você já pode ter os skates do Analogic Love, mencionados anteriormente aqui no blog. Aqueles dois shapes foram incrementados com peças importadas para fazer um skate de alta performance. Para adquirí-los, entre em contato com Maria Fernanda ou Arthur pelo email nandaearthur@gmail.com ou pelo telefone (11) 81618722 . Confira abaixo as duas peças em detalhe:


16/04/2011

Quadros Body

por Analogic Love

Há algum tempo atrás, o Analogic Love colocou em exposição e à venda esses bodies na D Box. Esses primeiros tinham como inspiração desenhos com temas burlescos.

Body burlesque

Eles já foram vendidos, mas isso não é um impecilho, pois acaba de sair do nosso forno este outro body. Inspirado em desenhos de samurais da arte japonesa, este quadro está à venda pelo Analogic Love pessoalmente. Entre em contato pelo telefone (11) 81618722 ou pelo e-mail nandaearthur@gmail.com . As medidas são 76 x 112 cm.

Body samurai

Acompanhe abaixo um pequeno making-of:

11/04/2011

Está chegando…

por Analogic Love

Lembram dos shapes para skate do Analogic Love? Os dois que mostramos aqui da última vez eram inspirados em designs dos anos 1980. Dessa vez, o Analogic Love fez algo em outra linha e montou este, com o desenho de uma gueixa. Se você é tatuado e anda de skate, não tem porque não ter essa peça. Se você não é nada disso, também não tem motivo para não gostar.

Na galeria abaixo você vê uma imagem mais detalhada e um making of:

19/03/2011

Mesa de centro @ Adriana Barra

por Analogic Love

Adriana Barra já mantém relações com o Analogic Love faz um tempo, desde quando o projeto fez as gueixas no escritório dela. Bom, não por menos, ela agora ela tem também uma das mesas de centro, a verde, para seu espaço. Confira:

O espaço da estilista fica na esquina da Alameda Franca com a Haddock Lobo.

E logo antes do aniversário dela, que é amanhã (20/03). Então, não só parabéns pelo seu novo móvel, Adriana, mas um feliz aniversário, do Analogic Love.

15/03/2011

Em breve: ande de skate e destrua

por Analogic Love

shapes Analogic Love

Depois das mesas de centro, mais uma realização do Analogic Love para você adquirir: os shapes de skate personalizados. São esses dois modelos acima e logo mais saem mais informações sobre como conseguir e o skate completo.

Shape Cobra

Por enquanto, aproveitem a arte, um desenho que transpira os velhos skates dos anos 1980, mas com a pegada de tattoo do Analogic.

Shape Tigre

19/01/2011

Mesas Analogic Love

por Analogic Love

O Analogic Love já esteve envolvido na produção de peças de arte e em trabalhos de customização. Agora, o projeto apresenta as primeiras peças propriamente ditas inteiramente idealizadas e produzidas pelos tatuadores Arthur de Camargo e Maria Fernanda Brum, essas mesas de centro. Elas ainda estão em produção, mas você já pode acompanhar esse processo por aqui.

Pintura das mesas de centro do Analogic Love

As mesinhas são idealizadas segundo a proposta do Analogic Love, a idéia de levar a tatuagem para fora dos corpos. Dessa vez, o diferencial é, como já foi dito, que elas são inteiramente feitas pelo Arthur e pela Maria Fernanda.

Arthur pinta as mesas de centro, novo projeto do Analogic Love

O desenho delas e da superfície é inspirado no art déco, estilo que perpetuou pelas artes a partir da década de 1920. Em oposição às curvas violentas do art noveau e a seriedade do movimento moderno, o art déco apresentava ornamentos opulentos e festivos em formas mais geométricas. Arthur visou isso na produção dessas peças, como pode ser visto não somente na superfície, mas também no próprio objeto.

Making of das mesinhas

Assim, apesar delas serem estruturadas por pranchas sobre bases quadriculares, o colorido da base e da superfície dão um toque extravagante, que evita que ela seja simplesmente uma “mesa feita de quadrados”. A arte na superfície, uma adaptação do desenho da época do art déco com traços e cores da tatuagem também faz referência aos ornamentos exuberantes que registram o estilo dos anos 1920.


Aguarde para obter mais informação sobre as mesas de centro, o resultado final, onde elas estão expostas ou como adquirí-las.